Make your own free website on Tripod.com

jesusagua.gif

Bailarina

Rio do desespero
Tila

art1.jpg
na imagem volta ao index poesias

De Barcelona vem um dia,

com passos de esperança

de tudo alcançar,

sonho de criança que queria,

exteriorizar através da dança,

o talento do povo do seu lugar.

 

Bailarina, Bailarina,

de expressões quentes

passos sensuais ferventes,

num corpo de menina.

A energia do flamengo domina

em tom enérgico e magoado,

fazendo transpirar

seu corpo de menina,

que num passo ensaiado,

lançava sorrisos no dançar.

Seu espírito crescia

mal um palco pisava,

no rosto sustinha a simpatia

fazia da noite magia,

e a ela se entregava,

cavando o sustento do dia.

Bailarina, Bailarina,

sua pátria na lembrança

onde um dia foi criança

num corpo de menina.

No palco da vida a ternura,

cavou com ansiedade

e dentro de uma dança fecundada,

em compasso de vida dura,

gastou sua mocidade

pisando aquela dura estrada.

 

 

Bailarina, Menina, Bailarina