Make your own free website on Tripod.com

jesusagua.gif

E o povo chamou-me Lisboa

Rio do desespero
Tila

art1.jpg
em cima da imagem volta ao index poesias

Descendo de uma aldeia de pescadores

que do rio tiravam o sustento,

fui alegria, fui tormento

de mendigos e ancestrais senhores.

Ulicipos me chamaram de primeiro

nasci nas termas de alfama

sendo bordada por um marinheiro

cresci até ás ruas da mourama.

Estive na posse de romanos e mouros

até que num acto de luta dura

esse Moniz com força de mil touros

sua vida depôs por devoção e loucura.

Tornei-me senhora, casei com o rio,

amei suas margens à toa

senti seu calor e ás vezes tanto frio,

e o povo, o povo chamou-me Lisboa     

 

 

Ulicipos me chamaram primeiro

hoje muita gente me povoa

ao mar entreguei um povo marinheiro,

heroico e descobridor

esse povo, que me baptizou Lisboa.